sábado, 3 de setembro de 2011

Conserva de alho picado para o uso do dia-a-dia

Não é bem uma receita... Acredite se quiser, me deparei com esse molho meio conserva, meio.. meio... enfim, num restaurante de comida oriental chamado Taiyo, localizado no bairro Praia da Costa há alguns anos atrás.

Claro que nem todo mundo que vai a um restaurante de comida oriental gosta de todos os pratos colocados à disposição. Então pra metade dos clientes não saírem, de certa forma, insatisfeitos do local... Mais uma vez presenciei de perto o brilhantismo e a esperteza dos orientais. 

Ao lado de toda a rampa com os tira-gostos e comes orientais do restaurante (localizado em frente à praia), do lado simplesmente estava localizada uma mega-churrasqueira com todo e qualquer tipo de carne que você quiser e puder imaginar. Eu, curiosa toda vida, reparei que após servirem os clientes eles jogavam um molho a base de óleo na carne antes de voltar a peça para a churrasqueira (para evitar que a carne ressecasse). Só que tinha algo completamente diferente no molho. Eu acabei deixando a comida oriental um pouco de lado só porque vi um vidrinho do tal preparo em cima da bancada onde os clientes eram servidos. Então escolhi minhas carnes e pedi um pouco daquele molho, onde fui prontamente atendida. Era f a n t á s t i c o! 

Reconheci os ingredientes pelo paladar imediatamente. Basicamente alho picado/triturado/amassado, sal, óleo e vinagre.

Me cansei de picar alho, sinceramente. Só faço isso em raras ocasiões onde o alho picado na hora e sem adição de óleo e/ou vinagre faz toda a diferença na qualidade do preparo. Passei a comprá-lo já processado (que ficava basicamente uma pasta) na feira. Mas não era a mesma coisa. Eis que esses dias uma idéia me passa pela cabeça. Ao invés do alho processado, comprei o alho descascado e inteiro na feira, coloquei o liquidificador em ação e...


Simplesmente coloquei todo o sabor da comida caseira de volta à minha casa! Andava parecendo comida de restaurante por comprar alho da feira processado. E já que em restaurantes eles compram aqueles potinhos de alho puro industriais, era quase a mesma coisa.

E ah... Mesmo quem tiver processador, prefira o liquidificador por uma razão óbvia: Com processador não tem nem uma chance do alho ficar em pedaços e a intenção é o alho em pedaços pequenos para evitar a pasta que comprava na feira.

Ingredientes
  • Quanto baste de alho inteiro e descascado
  • Óleo suficiente para cobrir o alho quando estiver triturado
  • 1/3 da quantidade de óleo, de vinagre.

Modo de preparo
  1. Use o pulsar do liquidificador e coloque o alho aos poucos pela tampa até que os dentes de alho fiquem bem triturados. (Se necessário, entre uma pulsada e outra, ajeite os dentes que ficaram praticamente inteiros na lâmina para que sejam triturados adequadamente)
  2. Repita a operação com todo o alho.
  3. Tente não sobrecarregar o liquidificador, porque tem uma hora que ele não processa mais direito dependendo da quantidade de alho triturado localizada ali. Tire o alho sempre que possível e ponha dentro de um recipiente de vidro esterilizado com água quente e borrifado/limpo com álcool.
  4. Depois de todo o alho triturado e colocado no recipiente de vidro, ponha óleo até que cubra todo o alho e  deixe sobrando uns 2 dedos de  alho acima do conteúdo. Misture para certificar-se de que o óleo esteja presente até o fundo do recipiente.
  5. Ponha 1/3 da quantidade que você pôs de óleo, de vinagre.
  6. Misture e está pronto.

Dica: A partir do dia seguinte ao que foi feito a conserva, o óleo já estará aromatizado com alho. Então se quiser usar só o óleo para dar um gosto suave de alho aos preparos, fica muito bom.

Observação: Não utilizei sal como no do restaurante japonês, porque queria só a conserva de alho puro, para acertar o sal só quando fosse fazer as receitas. Não precisa ser mantido na geladeira.

29 comentários:

  1. mto boooooooooooooommmmmmmmmmmmmmmmmm!!!! ficou ótimo!!
    obrigada por compartilhar!!
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado ;)

      Disponha e volte sempre!

      Se quiser pedir alguma receita, aqui ao lado na parte de parcerias tem o e-mail oficial do blog. Mande-nos um e-mail e responderemos prontamente.

      Abraços!

      Excluir
  2. Olá, fiz uma vez e deu certo, depois fiz a segunda e no segundo dia a conserva estava verde. Achei q não tinha misturado direito. Fiz a terceira vez e misturei muito, ficou verde de novo no segundo dia. O que será q fiz de certo na primeira vez? nenhuma delas eu guardei na geladeira, sempre no armário. Por favor, me ajudeeeee gosto muito de alho! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Pois é, como a maioria dos alimentos o alho oxida. Certifique-se de que você bata o alho aos poucos e jogue-os em um recipiente de vidro completamente seco e esterilizado. Certifique-se de que a mistura de óleo e vinagre alcancem todo o alho (inclusive os do fundo) e que a mistura cubra todo o alho.

      Por fim, evite deixar a conserva fora da geladeira. O calor em combinação com o oxigênio costumam acelerar o processo de oxidação.

      Espero ter ajudado.

      Abraços

      Excluir
  3. Oi, e se não colocar o vinagre, os alhos irão durar menos ???

    ResponderExcluir
  4. Olá Tais!!!
    Posso substituir óleo por azeite extra-virgem? Será que fica melhor ou tanto faz?

    Grata,
    Michele Lopes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Michele.

      Pode sim substituir o óleo por azeite. O único porém é que azeite costuma ter um sabor muito acentuado, então confronta um pouco com o gosto do alho em si. Mas pode sim substituir.

      Excluir
    2. Muito obrigada Thaís, fiz com óleo e ficou muito bom mesmo! Somente hoje vi sua resposta, porque tive que voltar aqui de novo para ver como se faz. Obrigada.

      Michele Lopes

      Excluir
  5. Nesse modo da para fazer em escala industrial também? estou pensando em vender alho triturado em potes lacrados de plastico, como os que tem nos mercados, pretendo legalizar uma marca, nesse modo que vc ensinou da para fazer isso?

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Muito interessante, mas será que posso usar caldo de limão no lugar do vinagre?

    ResponderExcluir
  7. tb adorei! fiz agora e ficou ótimo!!! valeu!

    ResponderExcluir
  8. Vou tentar sem o vinagre, essa receita parece otima.

    ResponderExcluir
  9. Espero que a galera aqui em casa goste,eu irei fazer!

    Sds,

    Robson Santana

    ResponderExcluir
  10. ... deixe sobrando uns 2 dedos de alho acima do conteúdo.
    São 2 dedos de " Óleo " é isso ???

    Grato .

    Abraços .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo! Foi assim que fiz também!!!

      Excluir
  11. Fiz e ficou verde, isso significa que está estragado ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o processo natural do alho, porque seus componentes entram e contato com o óxigênio, então, oxida.
      Não sou especialista, mas até onde pesquisei não faz mal utilizar mesmo estando oxidado. Mas tenta fazer a conserva, fica incrívelmente bom e prático para o uso diário, sem falar no sabor da comida, fica outro.

      Uma dica para o pessoal que está fazendo e fica verde. Não esquecer de esterilizar o pote de vidro! Eu fervi foi o pote na água, depois limpei com álcool deixando sequinho para receber o alho.

      E mais importante ainda... não deixar fora da geladeira!!!

      Excluir
  12. Ah ! Esqueci de comentar que está fora da geladeira, seria esse o problema ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma dica para o pessoal que está fazendo e fica verde. Não esquecer de esterilizar o pote de vidro! Eu fervi foi o pote na água, depois limpei com álcool deixando sequinho para receber o alho.

      E mais importante ainda... não deixar fora da geladeira!!!

      Excluir
  13. o meu tbm ficou verde e fiz como tava na receita, terei que jogar fora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma dica para o pessoal que está fazendo e fica verde. Não esquecer de esterilizar o pote de vidro! Eu fervi foi o pote na água, depois limpei com álcool deixando sequinho para receber o alho.

      E mais importante ainda... não deixar fora da geladeira!!!

      Excluir
  14. Fiz e ficou ótimo. Perfeito!! Não oxidou (esverdiado).
    Eu não coloquei sal, somente o alho, gosto de acertar o sal como disse também.
    Gente! O sabor realmente é outro, e o óleo fica aromatizado... um simples arroz fica muito saboroso. Minha esposa aprovou!!!

    Uma dica para o pessoal que está fazendo e fica verde. Não esquecer de esterilizar o pote de vidro! Eu fervi foi o pote na água, depois limpei com álcool deixando sequinho para receber o alho.

    ResponderExcluir
  15. Olá, saberia me dizer qual é a validade deste na geladeira?

    ResponderExcluir
  16. Se não muda o tempo de conservação sem colocar o vinagre, qual a função dele então?

    ResponderExcluir
  17. minha pergunta é: qual a função do vinagre? Pq fiz, guardei no pote de vidro q fervi esterelizei, e ficou VERDE!!! Será por causa do vinagre?

    ResponderExcluir
  18. Obrigada por essa dica!
    Fiz com quatro cabeças de alho e rendeu um pote grande. Não coloquei sal e só umas quatro colheres de vinagre. Suponho que o vinagre inibe a oxidação.
    Piquei o alho puro no mini processador do mixer. Ficou no tamanho perfeito: miudinho sem empapar.
    E achei (só depois...) uma forma maravilhosa de descascar alho
    http://www.manualdomundo.com.br/2014/02/como-descascar-alho-em-20-segundos

    ResponderExcluir
  19. Obrigado pela dica. Vou tentar por cebola junto p/ ver como fica. Att. Cesar

    ResponderExcluir
  20. oi, o processador é perfeito para deixar o alho picado igualmente.
    a vasilha é mais larga, as lâminas maiores,
    sempre consigo triturar uniformemente.

    ResponderExcluir